PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Quarta-feira, 22 de outubro de 2014
   |   
GOOGLE NO SITE

  / Blogsfera

03/04/2012 09h36 - Atualizado em 03/04/2012 09h57
Como morreu Bob Marley? Você sabe?

http://domagrelo.blogspot.com.br


Bob Marley (nascido Robert Nesta Marley, Nine Mile, 6 de fevereiro de 1945 — Miami, 11 de maio de 1981), foi um cantor, guitarrista e compositor jamaicano, o mais conhecido músico de reggae de todos os tempos, famoso por popularizar o gênero. Grande parte do seu trabalho lidava com os problemas dos pobres e oprimidos. Ele foi chamado de "Charles Wesley dos rastafáris" pela maneira com que divulgava a religião através de suas músicas. Fonte: Wikpédia. Bob Marley esteve no Brasil uma única vez, em março de 1980, e jogou no campo de Chico Buarque.

Quando esteve no Brasil, Bob era mais conhecido na época por ser o autor de "No Woman No Cry", música que havia vendido 500 mil copias na versão de Gilberto Gil. 

Suas primeiras declarações ao chegar no Brasil foram sobre a música brasileira: "O samba e o reggae são a mesma coisa, tem o mesmo sentimento das raízes africanas". Sobre Jah, o Deus do rastafarianismo ele apenas disse: "É como o seu Deus, pouca gente O conhece". Cansado da viagem, o grupo rumou logo para o Copacabana Palace, onde ficariam hospedados. Fonte: Tripod .com. 
Algums sites divulgam o fato dele ter se convertido ao Cristianismo pouco antes de sua morte e que em seu funeral houve um culto que começou com um hino anglicano, “Ó Deus, nossa ajuda em épocas passadas”, acompanhado pelos percussionistas da United Africa Band. Como a melodia do antigo hino, o arcebispo, leu passagens do Livro de João, em Ge’ez, uma antiga língua da Etiópia.
O funeral foi precedido de um culto de uma hora de duração para a família e amigos íntimos na Igreja Ortodoxa Etíope da Santíssima Trindade, celebrado por Abuna Yesehaq, arcebispo da Igreja no hemisfério ocidental. Ele contou que havia batizado Marley em Nova York, em novembro do ano anterior, logo após seus últimos shows no Madison Square Garden. Seguindo a tradição etíope, Bob recebeu um novo nome durante o batismo: Berhane Selassie, ou “Luz da Trindade”.

Morte de Bob Marley: A sua batalha contra o câncer
Diagnóstico: Em julho de 1977 Marley descobriu uma ferida no dedão de seu pé direito, que ele pensou ter sofrido durante uma partida de futebol. A ferida não cicatrizou, e sua unha posteriormente caiu enquanto ele jogava bola. Foi então que o diagnóstico correto foi feito. Marley na verdade sofria de uma espécie de câncer de pele, chamado melanoma maligno, que se desenvolveu sob sua unha. Os médicos o aconselharam a ter o dedo amputado, mas Marley recusou-se devido aos princípios rastafaris que diziam que os médicos são homens que enganam os ingênuos, fingindo ter o poder de curar. Ele também estava preocupado com o impacto da operação em sua dança; a amputação afetaria profundamente sua carreira no momento em que se encontrava no auge.Marley então passou por uma cirurgia para tentar extirpar as células cancerígenas. A doença foi mantida em segredo do grande público.
Colapso e tratamento: O câncer espalhou-se para seu cérebro, pulmão e estômago. Durante uma turnê no verão de 1980, numa tentativa de se consolidar no mercado norte-americano, Marley desmaiou enquanto corria no Central Park de Nova Iorque. Isso aconteceu depois de uma série de shows na Inglaterra e no Madison Square Garden, mas a doença o impediu de continuar com a grande turnê agendada. Marleyprocurou ajuda, e decidiu ir para Munique para tratar-se com o controverso especialista Josef Issels por vários meses, não obtendo resultados.
Todo homem um dia enfrenta a morte, mas a obra de Bob Marley sobrevive a ele mesmo.


Imprimir | Comunicar Erros | Link




Comentários Facebook


últimasNotícias
» 22/10/2014 | 16h20
Confira o vídeo do Desfile Cívico de Lagarto
» 22/10/2014 | 16h14
Obra milionária de abastecimento de Lagarto tem contrato assinado
» 22/10/2014 | 10h39
Lagarto FC abre sede administrativa no centro da cidade
» 22/10/2014 | 10h38
Instituto Silvio Romero abre turmas para o concurso da Fundação Hospitalar da Saúde
» 22/10/2014 | 09h38
Turmas abertas para curso da FHS
» 22/10/2014 | 07h14
Morre José de Souza, presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe
» 22/10/2014 | 07h11
Homens rendem vigilante e levam motos de loja em Aracaju
» 22/10/2014 | 07h10
Mais de 100 mil animais são vacinados contra a raiva em Sergipe
» 22/10/2014 | 07h08
Eleitores não poderão mais ser preso desde ontem
» 22/10/2014 | 07h07
Foragido da delegacia de Itabaiana é recapturado na Rodovia João Paulo 2º
» 22/10/2014 | 07h06
Venda de bebidas deverá ocorrer normalmente no 2º turno em Sergipe
» 22/10/2014 | 07h04
Grupo de Apoio à Criança com Câncer comemora 15 anos em SE
» 22/10/2014 | 07h01
Vítima de homofobia, lagartense concede entrevista à TV Record
» 22/10/2014 | 06h59
Confira a nova pesquisa do Datafolha para presidentes
» 22/10/2014 | 06h56
Em PE, Dilma diz que São Paulo não se preparou para enfrentar seca
» 22/10/2014 | 06h54
Aécio diz que campanha rival ficará para a história pelo 'mais baixo nível'
» 22/10/2014 | 06h51
Mega-Sena pode pagar R$ 50 milhões nesta quarta-feira
» 22/10/2014 | 06h49
Nova advogada diz que suposto serial killer está sendo coagido
» 22/10/2014 | 06h46
Ebola tem expansão mais lenta em comparação a outras doenças
» 22/10/2014 | 06h41
CPI mista ouve nesta quarta sucessor de Paulo Roberto Costa na Petrobras
Veja + Notícias
maisLidas
PUBLICIDADE


| © Copyright 2012 - Todos os Direitos Reservados |
Reportagem: (79) 9945-9820 ou 3631-7357    |   Comercial: (79) 9902-8663 ou 3631-7357