PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Domingo, 19 de fevereiro de 2017
   |   
GOOGLE NO SITE

  / Notícias

11/01/2017 09h47 - Atualizado em 11/01/2017 09h57
"Cena de filme", diz morador que ficou na "linha de fogo" em ataque em SP
Bandidos usaram armamento de guerra para explodir carro-forte. Crime ocorreu no limite entre Miracatu e Pedro de Toledo, no interior.

G1
0 Comentários  


"Foi uma cena de filme. Parecia ação de cinema. Muitas pessoas ficaram com medo e deram ré para sair do local". O relato é do locutor Cláudio Souza, de 40 anos, que passava pela Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, no limite entre Miracatu e Pedro de Toledo, no interior de São Paulo, quando criminosos utilizando armamentos de guerra bloquearam todo o trânsito, atacaram um carro-forte e fugiram, em poucos minutos, com todo o dinheiro.

O crime aconteceu por volta das 21h desta terça-feira (10). Os suspeitos, que estavam em dois carros, fizeram uma emboscada em um trecho da pista que estava em manutenção. De acordo com a polícia, o grupo utilizava armas de guerra, como a ".50", para fazer o blindado parar. Em pânico, motoristas tentavam fugir da zona de perigo.

Em entrevista ao G1, Souza revelou que estava voltando para casa, no sentido Miracatu, quando funcionários que estavam trabalhando na pista começaram a pedir para que os veículos encostassem. "Ficamos bem próximos ao local. Coisa de 200 metros. Deu para ver os carros parados na pista e fumaça saindo. De início achamos que era um acidente mas, rapidamente, observei que havia um carro-forte parado no local. Vi os disparos", lembra.

Segundo policiais que atenderam a ocorrência, os veículos emparelharam com o carro forte e começaram a atirar de fuzil. Quatro seguranças estavam no carro-forte e foram obrigados a fugir para o matagal. O cofre foi explodido e o dinheiro levado. Ninguém se feriu. "Houve uma explosão muito forte e correria. Vi os bandidos correndo com os malotes e dando tiros para cima. Eles entraram nos dois carros e fugiram no sentido BR-116", relata Souza.

Os carros foram abandonados poucos metros depois, atrás de um posto de gasolina na beira da estrada. O assalto foi praticado em um dia em que obras eram feitas na área e, por isso, a velocidade da pista estava reduzida para cerca de 30 km/h em determinados trechos. "Foi algo bem planejado, bem arquitetado e feito por profissionais. Não houve amadorismo. A polícia demorou muito para chegar ao local. Muita gente fugiu dando ré e indo na direção contrária".

De acordo com o locutor, a sensação de ficar parado no local observando a ação dos bandidos foi de extrema importância. "Me senti bastante inseguro. Estava em um momento de lazer com a minha família e vimos a quadrilha arrombando o carro forte. Alguém poderia ser atingido por uma bala perdida. Após a ação, muitos curiosos começaram a filmar e tirar fotos. O carro estava totalmente detonado", finaliza Souza.

De acordo com informações da polícia, ainda não é possível saber a quantia exata levado pela quadrilha. As investigações já estão em andamento mas, até a publicação desta reportagem, nenhum dos suspeitos foi identificado ou preso.

Imprimir | Comunicar Erros | Link

» Ninguém comentou ainda, seja o primeiro !

COMUNICAR ERRO NA MATÉRIA

Seu Nome
Email
Comentários

» comente esta matéria

AVISO:

1 - Ao comentar uma matéria é registrado o IP (número de registro) do computador de onde foi enviado.

2 - Também é armazenado no banco de dados, o EMAIL de quem escreve

3 - A responsabilidade do que é escrito é de seus autores ( proprietários do email e do IP)

4 - Comentários com ofensas pessoais ( xingamentos ), acusações, racistas, etc. Não serão permitidos.

5 - Não serão mais permitidos comentários que não tratem diretamente da matéria título.

6 - Caso sinta-se ofendido por um comentário, solicite sua retirada pelo email/MSN contato@lagartense.com.br ou pelo número (79)9945-9820 - Retiraremos imediatamente.

7 - Caso deseje fazer uma denúncia ou matéria, envie para contato@lagartense.com.br com suas devidas identificações, que publicaremos.

***
NOME *
EMAIL *
( Seu Email não será divulgado )
COMENTÁRIO *
Enviando ...
últimasNotícias
» 19/02/2017 | 02h28
Guarda Municipal recupera motocicleta furtada
» 18/02/2017 | 19h02
Marginais promovem arrastão em curso de Crisma em Lagarto
» 18/02/2017 | 15h26
Lagarto enfrenta o Amadense neste domingo
» 18/02/2017 | 15h16
Diego Costa participa de projeto para tentar tirar o time do Lagarto da crise
» 18/02/2017 | 15h05
Juíza entende que lei municipal é inconstitucional
» 18/02/2017 | 11h41
Edvaldo sanciona lei que parcela salário de dezembro dos servidores
» 18/02/2017 | 11h39
Juíza entende que lei municipal é inconstitucional e mantém Uber
» 18/02/2017 | 11h37
Biblioteca Infantil promove X Concurso de Fantasias
» 18/02/2017 | 11h32
Suspeitos de assalto a micro-ônibus são presos em Itaporanga
» 18/02/2017 | 11h30
Hemose leva cadastro de medula óssea para Simão Dias
» 18/02/2017 | 11h27
"Larguei o casamento com o pastor pra ficar com a pastora!"
» 18/02/2017 | 11h21
Menina de 12 anos é estuprada por padrasto e personal trainer em Goiás
» 18/02/2017 | 10h48
Em ato contra Trump, mexicanos fazem "muro humano" na fronteira
» 18/02/2017 | 10h46
"Tira minha vida, mas devolve ela", diz mãe de menina de 7 anos morta na Maré
» 18/02/2017 | 10h42
Pai, mãe e filha são assassinados na região metropolitana do Rio
» 18/02/2017 | 10h37
Liminar que proibia Caixa de exigir que funcionários de SP trabalhem aos sábados cai, diz Caixa
» 18/02/2017 | 10h24
Paciente diagnosticado com malária está internado no Huse
» 18/02/2017 | 10h01
Foragido da justiça é recapturado em Simão Dias
» 18/02/2017 | 09h27
Lagarto ganha o mais completo açougue da região
» 18/02/2017 | 02h33
Em 24 horas Polícia Civil efetuou quatro prisões
Veja + Notícias
maisLidas
PUBLICIDADE








| © Copyright - Todos os Direitos Reservados |
Reportagem: (79) 9945-9820    |   Comercial: (79) 9902-8663