PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Domingo, 19 de fevereiro de 2017
   |   
GOOGLE NO SITE

  / Notícias

11/01/2017 09h17 - Atualizado em 11/01/2017 09h47
Rússia tem informações comprometedoras sobre Trump, diz documento vazado pela imprensa americana
Relatório cita "atividades sexuais pervertidas" e diz que presidente eleito recebia informações de espionagens do Kremlin. No Twitter, Trump afirmou que "notícias falsas" são "caça às bruxas político".

G1
0 Comentários  


A imprensa americana divulgou nesta terça-feira (10) um documento supostamente secreto que afirma que a inteligência russa vem "apoiando e ajudando" o republicano Donald Trump por anos, além de ter reunido informações pessoais e financeiras comprometedoras sobre o presidente eleito.

A CNN divulgou a informação primeiro, citando fontes oficiais com conhecimento direto do documento. Já o Buzzfeed afirmou que o relatório tem circulado entre funcionários do governo, agentes de inteligência e jornalistas há semanas e que as informações não são verificadas. O site também divulgou uma cópia do relatório.

Agentes russos disseram que possuem informações dos órgãos da inteligência suficientes para chantagear Trump, a respeito de suas atividades sexuais "pervertidas" em Moscou.

O relatório indica que os russos têm vídeos do presidente eleito em orgias com prostitutas em hotéis na capital russa. As farras eram organizadas pelo serviço russo durante as constantes visitas de Trump ao país. Para atraí-lo para fazer essas viagens, eram oferecidos negócios relacionados especialmente com a Copa do Mundo de 2018, embora o presidente eleito teria rejeitado.

Hillary

O documento indica também que Trump e seus assessores aceitavam regularmente informações coletadas pelo Kremlin, inclusive sobre o Partido Democrata e outros rivais políticos.

No Twitter, o presidente eleito chamou o assunto de "notícias falsas - uma total caça às bruxas política". A Rússia negou nesta quarta-feira (11) ter informações comprometedoras sobre Trump.

Segundo o relatório, o serviço de inteligência russo coletou por anos informações comprometedoras de Hillary Clinton, por meio de chamadas telefônicas interceptadas e conversas que ela teve em visitas à Rússia, controladas por um subordinado direto ao presidente russo, Vladimir Putin.

Segundo a CNN, um resumo essas informações foi anexado ao relatório sobre a interferência russa na eleição de 2016, que foi apresentado a Trump por quatro chefes do serviço de inteligência americano na semana passada. O FBI está investigando a credibilidade e a precisão dessas alegações, que são baseadas primariamente em informações de fontes russas.

A sinopse foi incluída para demonstrar que a Rússia compilou informações potencialmente prejudiciais aos dois partidos políticos principais dos EUA, mas só divulgou informações negativas de Hillary Clinton e dos democratas.

A emissora afirma que tentou falar com integrantes da equipe de transição de Trump, mas eles não quiseram comentar.


Imprimir | Comunicar Erros | Link

» Ninguém comentou ainda, seja o primeiro !

COMUNICAR ERRO NA MATÉRIA

Seu Nome
Email
Comentários

» comente esta matéria

AVISO:

1 - Ao comentar uma matéria é registrado o IP (número de registro) do computador de onde foi enviado.

2 - Também é armazenado no banco de dados, o EMAIL de quem escreve

3 - A responsabilidade do que é escrito é de seus autores ( proprietários do email e do IP)

4 - Comentários com ofensas pessoais ( xingamentos ), acusações, racistas, etc. Não serão permitidos.

5 - Não serão mais permitidos comentários que não tratem diretamente da matéria título.

6 - Caso sinta-se ofendido por um comentário, solicite sua retirada pelo email/MSN contato@lagartense.com.br ou pelo número (79)9945-9820 - Retiraremos imediatamente.

7 - Caso deseje fazer uma denúncia ou matéria, envie para contato@lagartense.com.br com suas devidas identificações, que publicaremos.

***
NOME *
EMAIL *
( Seu Email não será divulgado )
COMENTÁRIO *
Enviando ...
últimasNotícias
» 19/02/2017 | 02h28
Guarda Municipal recupera motocicleta furtada
» 18/02/2017 | 19h02
Marginais promovem arrastão em curso de Crisma em Lagarto
» 18/02/2017 | 15h26
Lagarto enfrenta o Amadense neste domingo
» 18/02/2017 | 15h16
Diego Costa participa de projeto para tentar tirar o time do Lagarto da crise
» 18/02/2017 | 15h05
Juíza entende que lei municipal é inconstitucional
» 18/02/2017 | 11h41
Edvaldo sanciona lei que parcela salário de dezembro dos servidores
» 18/02/2017 | 11h39
Juíza entende que lei municipal é inconstitucional e mantém Uber
» 18/02/2017 | 11h37
Biblioteca Infantil promove X Concurso de Fantasias
» 18/02/2017 | 11h32
Suspeitos de assalto a micro-ônibus são presos em Itaporanga
» 18/02/2017 | 11h30
Hemose leva cadastro de medula óssea para Simão Dias
» 18/02/2017 | 11h27
"Larguei o casamento com o pastor pra ficar com a pastora!"
» 18/02/2017 | 11h21
Menina de 12 anos é estuprada por padrasto e personal trainer em Goiás
» 18/02/2017 | 10h48
Em ato contra Trump, mexicanos fazem "muro humano" na fronteira
» 18/02/2017 | 10h46
"Tira minha vida, mas devolve ela", diz mãe de menina de 7 anos morta na Maré
» 18/02/2017 | 10h42
Pai, mãe e filha são assassinados na região metropolitana do Rio
» 18/02/2017 | 10h37
Liminar que proibia Caixa de exigir que funcionários de SP trabalhem aos sábados cai, diz Caixa
» 18/02/2017 | 10h24
Paciente diagnosticado com malária está internado no Huse
» 18/02/2017 | 10h01
Foragido da justiça é recapturado em Simão Dias
» 18/02/2017 | 09h27
Lagarto ganha o mais completo açougue da região
» 18/02/2017 | 02h33
Em 24 horas Polícia Civil efetuou quatro prisões
Veja + Notícias
maisLidas
PUBLICIDADE








| © Copyright - Todos os Direitos Reservados |
Reportagem: (79) 9945-9820    |   Comercial: (79) 9902-8663