PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segunda-feira, 16 de janeiro de 2017
   |   
GOOGLE NO SITE

  / Notícias

11/01/2017 09h17 - Atualizado em 11/01/2017 09h47
Rússia tem informações comprometedoras sobre Trump, diz documento vazado pela imprensa americana
Relatório cita "atividades sexuais pervertidas" e diz que presidente eleito recebia informações de espionagens do Kremlin. No Twitter, Trump afirmou que "notícias falsas" são "caça às bruxas político".

G1
0 Comentários  


A imprensa americana divulgou nesta terça-feira (10) um documento supostamente secreto que afirma que a inteligência russa vem "apoiando e ajudando" o republicano Donald Trump por anos, além de ter reunido informações pessoais e financeiras comprometedoras sobre o presidente eleito.

A CNN divulgou a informação primeiro, citando fontes oficiais com conhecimento direto do documento. Já o Buzzfeed afirmou que o relatório tem circulado entre funcionários do governo, agentes de inteligência e jornalistas há semanas e que as informações não são verificadas. O site também divulgou uma cópia do relatório.

Agentes russos disseram que possuem informações dos órgãos da inteligência suficientes para chantagear Trump, a respeito de suas atividades sexuais "pervertidas" em Moscou.

O relatório indica que os russos têm vídeos do presidente eleito em orgias com prostitutas em hotéis na capital russa. As farras eram organizadas pelo serviço russo durante as constantes visitas de Trump ao país. Para atraí-lo para fazer essas viagens, eram oferecidos negócios relacionados especialmente com a Copa do Mundo de 2018, embora o presidente eleito teria rejeitado.

Hillary

O documento indica também que Trump e seus assessores aceitavam regularmente informações coletadas pelo Kremlin, inclusive sobre o Partido Democrata e outros rivais políticos.

No Twitter, o presidente eleito chamou o assunto de "notícias falsas - uma total caça às bruxas política". A Rússia negou nesta quarta-feira (11) ter informações comprometedoras sobre Trump.

Segundo o relatório, o serviço de inteligência russo coletou por anos informações comprometedoras de Hillary Clinton, por meio de chamadas telefônicas interceptadas e conversas que ela teve em visitas à Rússia, controladas por um subordinado direto ao presidente russo, Vladimir Putin.

Segundo a CNN, um resumo essas informações foi anexado ao relatório sobre a interferência russa na eleição de 2016, que foi apresentado a Trump por quatro chefes do serviço de inteligência americano na semana passada. O FBI está investigando a credibilidade e a precisão dessas alegações, que são baseadas primariamente em informações de fontes russas.

A sinopse foi incluída para demonstrar que a Rússia compilou informações potencialmente prejudiciais aos dois partidos políticos principais dos EUA, mas só divulgou informações negativas de Hillary Clinton e dos democratas.

A emissora afirma que tentou falar com integrantes da equipe de transição de Trump, mas eles não quiseram comentar.


Imprimir | Comunicar Erros | Link

» Ninguém comentou ainda, seja o primeiro !

COMUNICAR ERRO NA MATÉRIA

Seu Nome
Email
Comentários

» comente esta matéria

AVISO:

1 - Ao comentar uma matéria é registrado o IP (número de registro) do computador de onde foi enviado.

2 - Também é armazenado no banco de dados, o EMAIL de quem escreve

3 - A responsabilidade do que é escrito é de seus autores ( proprietários do email e do IP)

4 - Comentários com ofensas pessoais ( xingamentos ), acusações, racistas, etc. Não serão permitidos.

5 - Não serão mais permitidos comentários que não tratem diretamente da matéria título.

6 - Caso sinta-se ofendido por um comentário, solicite sua retirada pelo email/MSN contato@lagartense.com.br ou pelo número (79)9945-9820 - Retiraremos imediatamente.

7 - Caso deseje fazer uma denúncia ou matéria, envie para contato@lagartense.com.br com suas devidas identificações, que publicaremos.

***
NOME *
EMAIL *
( Seu Email não será divulgado )
COMENTÁRIO *
Enviando ...
últimasNotícias
» 16/01/2017 | 17h40
Lagarto FC poderá embolsar R$ 3,1 milhões com venda de Diego Costa para China
» 16/01/2017 | 16h28
Polícia civil prende homem por tráfico de drogas
» 16/01/2017 | 11h16
Queda do nível da Barragem Dionísio Machado preocupa população
» 16/01/2017 | 11h08
Aparelho de TV cai e mata criança em Aracaju
» 16/01/2017 | 10h12
HOJE: Cadastramento, recadastramento do Bolsa Família iniciam nesta segunda-feira
» 16/01/2017 | 09h11
Artista plástico morre ao cair de penhasco enquanto fazia selfie
» 16/01/2017 | 08h54
Mulher que exibiu amante do marido nua em SP desabafa:"Estou nem aí"
» 16/01/2017 | 08h37
Gravações mostram conversas entre políticos e chefe de facção em Manaus
» 16/01/2017 | 02h02
Rebelião mais violenta da história do RN tem 26 mortos, diz governo
» 16/01/2017 | 01h54
Pistola de policial assassinado estava com suspeitos mortos em confronto
» 16/01/2017 | 01h44
"Herdei uma dívida de 12 milhões de reais"
» 16/01/2017 | 01h20
Agricultores familiares receberão primeira parcela do Garantia Safra nesta quarta
» 16/01/2017 | 01h06
Itabaiana estreia com vitória sobre Lagarto
» 16/01/2017 | 01h01
Líderes do Chelsea tentam evitar a saída de Diego Costa
» 16/01/2017 | 00h54
Cadastramento, recadastramento do Bolsa Família iniciam nesta segunda
» 16/01/2017 | 00h44
Antonio José Monteiro Rocha e "O conserto do relógio"
» 15/01/2017 | 23h58
Missão: homem procura por mãe e irmãos em Lagarto
» 15/01/2017 | 19h36
AO VIVO: Assista ao culto da Igreja Batista Betel
» 14/01/2017 | 12h37
Fale inglês pagando bem menos!
» 14/01/2017 | 12h02
Travesti furtada por cliente em motel se vinga postando fotos na web
Veja + Notícias
maisLidas
PUBLICIDADE






| © Copyright - Todos os Direitos Reservados |
Reportagem: (79) 9945-9820    |   Comercial: (79) 9902-8663