PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Terça-feira, 21 de fevereiro de 2017
   |   
GOOGLE NO SITE

  / Notícias

13/10/2016 09h51 - Atualizado em 14/10/2016 11h32
As Fábulas Negras de Rodrigo Aragão

Evi Maciel
0 Comentários  



https://blogtocaoterror.files.wordpress.com/2013/06/rodrigo-aragao.jpg?w=670&h=503
O cinema de terror no Brasil até hoje é merecidamente associado a José Mojica Marins, o conhecidíssimo Zé do Caixão. O que muita gente não sabe é que lá no interior do Espírito Santo, mais precisamente no Perocão, em Guarapari, um fã do internacional "Coffin Joe", como Zé do Caixão é conhecido internacionalmente, produz, há mais de 20 anos, curtas e longas metragens desse seguimento tão amado e odiado por muita gente.

Rodrigo Aragão é o nome do cara. Com sua produtora Fábulas Negras e com uma fiel equipe que o acompanha em todos os produtos da empresa, Aragão oferece ao público um cinema recheado de críticas sociais, exploração de figuras do folclore e das tradicionais famílias brasileiras, com um pequeno detalhe: tudo repleto de monstros, zumbis, criaturas fantásticas e muito, muito sangue.

Rodrigo começou produzindo curtas metragens e em 2008 lançou seu primeiro longa: “Mangue Negro”. Nesse filme, uma remota comunidade de pescadores, cercada por um misterioso manguezal, tem sua rotina transformada em um pesadelo quando zumbis emergem das entranhas do mangue em busca de carne humana.


O filme foi vencedor dos prêmios Melhor Filme Juri Popular Buenos Aires Rojo Sangre 2008; Melhor Diretor Estreante Santiago Rojo Sangre 2008; Melhores Efeitos Especiais Santiago Rojo Sangre 2008; Melhor Filme Prêmio Omelete Marginal 2008 e Melhor Atriz Prêmio Omelete Marginal 2008.


O segundo longa-metragem é “A Noite do Chupacabras”, foi lançado em 2011. Nesse longa, um jovem casal retorna para a sua terra de origem, no interior do Espírito Santo, um lugar cercado por florestas e montanhas misteriosas.

Ao chegar na fazenda da família eles ficam sabendo que muitos animais estão sendo mortos. O patriarca credita os acontecimentos a uma antiga briga entre as famílias rivais Carvalho e Silva. Porém, o que eles não sabem é que uma criatura lendária está por traz dos ataques e que os humanos podem ser as próximas prezas.


“A Noite do Chupacabras” faz uma analogia à suposta criatura responsável por ataques sistemáticos a animais rurais em regiões da América, como Porto Rico, Flórida, Nicarágua, Chile, México e Brasil. Essa lenda foi muito popular nos anos 90.


Em 2013 o diretor lançou “Mar Negro”. Nesse filme, uma pequena comunidade pesqueira do Mar do Perocão está muito ansiosa com a abertura da primeira “casa de shows” da região. Paralelo a esse alvoroço social, uma estranha contaminação trazida por pescadores depois de uma noite difícil no mar pode estragar a alegria dos homens da pequena vila.


No seguimento curta metragem Aragão estreou com Chupa Cabras (2004). Em seguida Peixe Podre (2005). Esse último ganhou continuação com Peixe Podre II (2006).

No ano passado, o diretor voltou aos curtas com “As Fábulas Negras”. Uma antologia que reúne nomes bem conhecidos do cinema nacional independente na direção dos quatro curtas que compõem o projeto. Aragão é o responsável pela direção de Crônicas do Esgoto, enquanto Petter Baiestorf (Zombio 2: Chimarrão Zombies) fica com Pampa Feroz. Joel Caetano (Encosto) dirige A Loira do Banheiro, e José Mojica Marins, o Zé do Caixão, será o responsável por O Saci.


Dois pontos muito altos no cinema de Aragão são a maquiagem e os efeitos visuais. Esse talento se deve ao fato de ele ser filho de um ex-mágico, que também era dono de um pequeno cinema. Começou ainda jovem a trabalhar com efeitos especiais, tendo colaborado com diversos filmes de curta-metragem e peças de teatro.


Capixaba com 39 anos de idade, Rodrigo Aragão dirige seus filmes a partir de Guarapari, onde mora desde criança. Em sua biografia há informações de que aos sete anos viu um documentário sobre “O Império Contra-Ataca”. Estava lá tudo o que mais gostava: cinema e efeitos especiais. Na década de 1980, se encantou por “A Morte do Demônio” (The Evil Dead, 1981), clássico do terror que terminou por (des) fazer sua cabeça. Maquiagem e truques de cenas nunca tinham sido tão importantes na hora de assustar.

Um período fazendo cursos e oficinas lhe deram a sensação de estar pronto. Começou em 1994, como maquiador do curta “A Lenda de Proitner”, seguido em 1996 por “Vampicida”. A estreia na direção ocorreu no teatro, com a peça de horror Mausoléu, em cartaz de 2000 a 2003. Daí, partiu para seus próprios projetos.

Nas trilhas sonoras de seus filmes Rodrigo escolhe músicas que representam o folclore, respeitando o contexto cultural seja através de clássicos do cancioneiro popular ou canções de sincretismos religiosos ou até mesmo movimentos de vanguarda como o Manguebeat, presença forte em “Mangue Negro”.

Se você gosta de filmes do universo gore-slasher, está acostumado a assistir pérolas do trash americano, então você pode gostar do cinema de Rodrigo Aragão. Um cara que leva a sério o que gosta e realiza, com recursos parcos, o que acredita. Muitos dos seus longas e curtas são encontrados até mesmo no YouTube ou no blog da produtora, na loja virtual.


Só um aviso: os curtas e longas da produtora Fábulas Negras não são recomendado serem assistidos por pessoas que se assustam facilmente e nem durante alguma refeição. O alimento pode ser repelido pelo organismo.

O cinema de terror nacional está ganhando fôlego. Novos diretores, roteiristas e produtores estão começando a despontar. Então, se você gosta do gênero, dê uma chance ao cinema de terror nacional para que esse subgênero se torne mais popular em telas tupiniquins.

Até o próximo texto!

Evi Maciel é graduado em Licenciatura em História e cinéfilo de carteirinha. Participante ativo de grupos e comunidades de cinema na web e mais um colaborador do Portal Lagartense.
Imprimir | Comunicar Erros | Link

» Ninguém comentou ainda, seja o primeiro !

COMUNICAR ERRO NA MATÉRIA

Seu Nome
Email
Comentários

» comente esta matéria

AVISO:

1 - Ao comentar uma matéria é registrado o IP (número de registro) do computador de onde foi enviado.

2 - Também é armazenado no banco de dados, o EMAIL de quem escreve

3 - A responsabilidade do que é escrito é de seus autores ( proprietários do email e do IP)

4 - Comentários com ofensas pessoais ( xingamentos ), acusações, racistas, etc. Não serão permitidos.

5 - Não serão mais permitidos comentários que não tratem diretamente da matéria título.

6 - Caso sinta-se ofendido por um comentário, solicite sua retirada pelo email/MSN contato@lagartense.com.br ou pelo número (79)9945-9820 - Retiraremos imediatamente.

7 - Caso deseje fazer uma denúncia ou matéria, envie para contato@lagartense.com.br com suas devidas identificações, que publicaremos.

***
NOME *
EMAIL *
( Seu Email não será divulgado )
COMENTÁRIO *
Enviando ...
últimasNotícias
» 21/02/2017 | 10h23
AO VIVO: Câmara de Vereadores de Lagarto
» 21/02/2017 | 01h03
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 22 milhões nesta terça-feira
» 21/02/2017 | 00h59
Secretarias estaduais terão que reduzir 20% das despesas
» 21/02/2017 | 00h36
Homem é preso por direção perigosa de "moto furtada" em Lagarto
» 21/02/2017 | 00h19
GML apreende menor com simulacro de arma de fogo após tentativa de assalto
» 21/02/2017 | 00h03
Simãodiense é encontrado morto em Belo Horizonte
» 20/02/2017 | 21h35
Chegou a Lagarto "Limp Express" Higienização e Limpeza a seco
» 20/02/2017 | 21h14
Saúde e UFS discutem processo de transição de gestão do Hospital de Lagarto
» 20/02/2017 | 20h48
Nome de Gustinho Ribeiro ganha ainda mais força para 2018
» 20/02/2017 | 17h24
Jovem atleta lagartense do Vasco que estava em acidente nada sofreu
» 20/02/2017 | 15h54
Construção da sede do MPF em Lagarto está prevista para iniciar em abril
» 20/02/2017 | 14h19
Município de Lagarto poderá decretar situação de emergência
» 20/02/2017 | 09h10
Em pesquisa realizada pelo Dataform, Ibrain Monteiro tem boa colocação
» 20/02/2017 | 08h45
PC de Simão Dias prende indivíduo conhecido como Shampoo
» 20/02/2017 | 01h28
Inscrição para o Programa de Bolsa Permanência começa a partir de 1º de março
» 20/02/2017 | 00h51
Brasil perde quase 40% da água tratada com vazamentos e fraudes, aponta estudo
» 20/02/2017 | 00h40
A viúva do Lagarto e o homem de Aquidabã
» 19/02/2017 | 23h47
Incêndio atinge Parque Nacional da Serra de Itabaiana
» 19/02/2017 | 23h41
Vai curtir a folia? Gosta de fotografar? Temos uma missão pra você
» 19/02/2017 | 23h26
Prefeitura proporciona cirurgia de pterígio para dezenas de lagartenses
Veja + Notícias
maisLidas
PUBLICIDADE








| © Copyright - Todos os Direitos Reservados |
Reportagem: (79) 9945-9820    |   Comercial: (79) 9902-8663